Uma tomada só

Martha, cabelos loiros na altura dos ombros, quase 30 anos, bonita entrou em casa. Parou na porta da sala de jantar, onde viu Silvia sentada à mesa. As duas se entreolharam com tensão.
– Você vendeu a casa? – questionou Martha. Sua voz era abrasiva.
-Martha… Olá. – respondeu Silvia, com uma educação forçada e em tom seco. – Vendi sim. E daí? – disse de forma petulante. – Ninguém mora aqui, nem você. Não há motivos para morar. Essa casa está morta.
-Morta para voce! – Martha estava pronta para a briga.
-Morta para o mundo. Acorda! O tempo não volta e você está vivendo o que sempre quis. Para que quer voltar e mantê-la como uma relíquia do papai? Você não vai casar e ser feliz? Faz isso logo. Casa e desaparece. – Silvia esbravejou com rancor. Tudo parecia decodarado, mas ela se descontrolou e até os cabelos se soltaram. Morena de cabelos longos e lisos, 30 e tantos anos, mais bonita que a irmã. Mas os olhos estavam cansados.
– Meu Deus! Você tem tanta inveja assim? – gritou Martha, com uma certa satisfação e um leve sorriso no rosto.
Elas pararam e se olharam novamente. Silvia parecia raciocinar o que dizer em seguida.
-Posso até ter. Por quê?
-Porque isso faz de você uma patética! – Martha definiu com firmeza, a raiva transparecendo. – E eu quero a casa!
Nova pausa. Então…
– Espera, espera.- disse uma voz onisciente
– Por que, o que há de errado? – perguntou Martha desconcertada.
– Corta! – interrompeu o diretor. – Isabel, diga “patética” com mais vigor e menos raiva. Marcos marca ali…. – dirigindo-se a um rapaz próximo. O moço entrou na sala, pós fita crepe no chão, onde Martha estava. Tomou cuidado para não esbarrar em uma câmera no caminho, posta sobre um tripé.
– De qualquer forma, ficou melhor ficou melhor? – indagou a falsa Martha, em verdade Isabel. O diretor acenou que sim, mas olhava o roteiro com ponderação.
– Mas agora vamos agora fazer em uma tomada só? Já queria tentar assim, mas queria o tom certo. – começou o paciente diretor.
Todo concordaram. O cinegrafista foi para perto dele, escutar detalhes desse novo plano. Enquanto uma das atrizes/irmãs fumava e a outra chamava o maquiador. Estava calor e a maquiagem parecia prestes a escorrer com o suor.

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s