Noite estrelada

O que todo mundo sabe de Vincent Van Gogh é que ele foi um ótimo pintor e que cortou a orelha. Isso por si só não significa muita coisa. Mas é o mais marcante. Ele provavelmente não ficaria satisfeito com esse ótimo legado. Mas morto não pensa e fiquemos com esse legado. Vincent era depressivo e religioso. Foi um perfeito exemplo da luta de alguém que queria ter uma boa vida, com o tempero do sucesso. Não o teve de fato. Lutou com a depressão toda a vida, com a auto flagelação e com a incerteza. Matou-se com um doloroso tiro na barriga. Era obcecado e louco. Talvez mais atingido pelo morte tenha seu irmão, Théo, morto sete meses depois. Mas isso não é sobre Van Gogh. É sobre as vidas entrelaçadas de vários, incluindo Van Gogh, que em certo ponto pareceram meio loucas. Porém para ser genial tem de ser um pouco louco.

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s