Obrigado

Eu, sob esse calor ululante dos holofotes, subo aqui para agradecer! E a ordem vai ser cronológica. Primeiro, minha mãe, doce até na voz e no sorriso de quando repara que fez bobagem. Meu pai, ranzinza, estranho, vaidoso, adulto infantil ou criança madura. Á minha tia Berenice , sem eira nem beira, que me grita quando não pode e compra, importa, contrabandeia, rouba diários de bordo de gente que já morreu faz tempo. À minha outra tia, Verônica, a de cabelos da cor do sol e que se sente bem em um salto alto mais do que em qualquer outro momento; coisa de mulher patrícia. A toda uma plêiade de tios e tias que me ajudaram a ser eu. E aos amigos. Á Beth, que depois que pisou descalça da lama nunca mais foi a mesma. À Lisa, que me deu um beijo de supetão no ponto do ônibus. Ao Marcelo, que me levou pra Tailândia e me largou por uma japonesa.
A sensação que eu tive de brincar de madrugada quando era novo e de assistir um bom episódio de um bom programa. De dar um bom beijo e de gritar sem muita vergonha na montanha-russa, a mais soviética de todas. E até a de bisbilhotar a mochila do meu colega, só pra ver se ele tinha balas pra eu surrupiar
E muito importante, quero agradecer… Você. Que me enche a paciência e de alegria. A que lê isso. Com, espero, um sorriso.

Advertisements
Standard

One thought on “Obrigado

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s